.

Prefeito Eduardo Braide entrega terceiro Centro Municipal de Atendimento às Síndromes Gripais Leves no Anjo da Guarda

 

 

 



O prefeito Eduardo Braide entregou, na manhã desta sexta-feira (30), o terceiro Centro Municipal de Atendimento às Síndromes Gripais Leves. A nova unidade do tipo fica localizada no Centro de Saúde Clodomir Pinheiro Costa, no Anjo da Guarda, e amplia a rede disponibilizada pela Prefeitura de São Luís para o combate à pandemia de Covid-19. 

O novo centro vai suprir a demanda de pacientes de uma das regiões mais populosas da cidade, a área Itaqui-Bacanga. O local integra o Plano de Enfrentamento às Síndromes Gripais, que inclui desde unidades de atendimento, aos casos mais simples, até os que necessitem de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), tratamento com oxigênio, cuidados no pós-Covid e assistência às famílias enlutadas. 

“Nossa missão é cuidar das pessoas, principalmente neste momento de pandemia. Hoje estamos inaugurando o terceiro centro de atendimento às síndromes gripais leves, desta vez na área Itaqui-Bacanga, que será porta de entrada para os pacientes que apresentarem os primeiros sintomas, evitando que ele tenha quadros mais graves da doença. Temos no município uma rede integrada para atendimento aos pacientes formada por centros de atendimentos às síndromes gripais leves, as unidades de referência para os casos mais graves e 120 leitos exclusivos para internação”, disse. 

Estrutura

A unidade conta com recepção, consultório médico, sala de psicologia, fisioterapia e vai oferecer os serviços de consulta médica, consulta de enfermagem, psicologia, fisioterapia, assistência social, assistência farmacêutica, realização de testes rápidos e assistência com oxigênio. 

O local conta com equipe médica multidisciplinar para atender os pacientes desde o acolhimento, triagem, encaminhamento e acompanhamento até sua completa recuperação. O espaço não possui leitos de internação, uma vez que a unidade é porta de entrada para pacientes com sintomas gripais leves. 

“Estamos expandindo a rede de atendimento e fazendo a diferenciação dos públicos, pois por meio desta rede exclusiva é possível fazer de forma mais eficiente a triagem dos quadros de síndromes gripais de outros agravos de saúde, direcionamento cada paciente para o local mais adequado para seu tratamento, evitando a superlotação das unidades básicas de saúde, das unidades mistas e até mesmo dos Socorrões”, explicou o secretário Municipal de Saúde (Semus), Joel Nunes, enfatizando que o atendimento às síndromes gripais leves é fundamental para garantir o equilíbrio do sistema municipal de saúde. 

Atendimento

O paciente que sentir sintomas gripais poderá se dirigir à unidade onde passará por avaliação médica completa para a correta identificação dos sintomas. Para isto será feita a aferição da temperatura, pressão arterial, frequências cardíaca e respiratória e exame de oximetria. A partir desta avaliação e diagnóstico ele receberá o encaminhamento adequado para o seu tratamento. 

Caso seja constatado que trata-se de uma síndrome respiratória leve, o paciente receberá a medicação necessária, e se preciso, receberá orientações para se manter em isolamento domiciliar, atestado médico para justificar sua ausência no trabalho ou outras atividades, além de requerimento para exames complementares, se for necessário.  

Rede

Com a inauguração realizada hoje São Luís passa a contar com três centros municipais de atendimento às síndromes gripais leves. Além do Clodomir Pinheiro Costa, foram disponibilizadas unidades do tipo no Centro de Saúde José Carlos Macieira, na Avenida dos Africanos, e no Centro de Saúde Genésio Ramos Filhos, no Cohab-Anil. 

Ainda como parte das ações do Plano Municipal de Enfrentamento às Síndromes Respiratórias a Prefeitura de São Luís também disponibilizou 120 leitos de internação exclusivos para o tratamento de pacientes diagnosticados com Covid-19. Os leitos dividem-se entre enfermaria, suporte avançado e UTI. 

Na Unidade Mista Bequimão, que presta 

atendimento aos casos moderados de síndromes gripais e Covid-19, foram disponibilizados 32 leitos. Outros 50 leitos foram entregues no Hospital da Mulher, que é a unidade municipal referência para o tratamento destes pacientes. Além disso, o Município conta com mais 40 leitos no Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão - Unidade Presidente Dutra (HUUFMA). 

A rede de atendimento possui, ainda, o Centro de Referência Pós-Covid, na Unidade Mista do Bequimão, onde é feito o atendimento aos pacientes que ficaram com sequelas decorrentes da infecção pelo coronavírus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário