MPMA e Polícia Civil discutem parceria institucional

 



O Ministério Público do Maranhão, por meio do Centro de Apoio Operacional do Tribunal do Júri, debateu, na manhã de sexta-feira, 23, com representantes da Polícia Civil, termos de uma cooperação interinstitucional em desenvolvimento.

Na ocasião, a Superintendência de Homicídios e Proteção à Vida apresentou um plano de ação, que envolve as duas instituições, para ampliar a elucidação e redução dos índices de crimes no Estado.

Discutiu-se também o protocolo de procedimentos na investigação de crimes contra a vida, além de parceria na formação de agentes da segurança pública.

Segundo o coordenador do CAOp Tribunal do Júri, Sandro Lobato, o principal objetivo da reunião foi buscar uma maior integração com a Polícia Civil, especificamente entre a Superintendência de Homicídios e Proteção à Vida e o MPMA. “Nossa intenção é coletar as sugestões e verificar as dificuldades das duas instituições para que possamos propor melhorias na estrutura da investigação de crimes dolosos contra a vida”, afirmou.

“A ideia deste alinhamento entre Polícia Civil e MPMA é levar ganhos à sociedade”, ratificou o promotor de justiça.

Para o superintendente da Polícia Civil, Lúcio Rogério Reis, a parceria é de suma importância para a população. “O fortalecimento deste vínculo institucional traz grandes benefícios para a sociedade, que podem ser observados na prática, no início do processo de investigação até culminar com o julgamento pela justiça”, informou.

Também estiveram presentes na reunião os delegados George Marques, do Departamento de Homicídios da Capital, e o diretor da Academia de Polícia do Estado do Maranhão, Cristiano Moreira Fontenele. Do MPMA participaram os promotores de justiça Frank Teles de Araújo, Luciano Henrique Sousa Benigno, Fabio Henrique Meireles Mendes, Carlos Henrique Rodrigues Vieira, Fernando Berniz Aragão e Joaquim Ribeiro de Sousa Júnior.

O pleito do CAOp Tribunal do Júri deve ser encaminhado agora, por seu coordenador, à Secretaria de Assuntos Institucionais, órgão encarregado de assessorar o procurador-geral de justiça na elaboração de termo de cooperação técnica, em nome do Ministério Público do Maranhão, com instituições externas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário