.

Prefeito Eduardo Braide anuncia fim da greve dos rodoviários sem reajuste de tarifas

 



O prefeito Eduardo Braide reuniu-se, na manhã desta segunda-feira (1º), com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (STTREMA) e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) e mediou um acordo entre rodoviários e empresários para pôr fim à greve no transporte urbano de São Luís sem reajuste das tarifas aos usuários. Os ônibus voltam a circular ainda hoje. 

“Após a mediação da Prefeitura de São Luís entre rodoviários e empresários do setor de transporte urbano, garantimos o entendimento para que a greve chegasse ao fim nesta segunda-feira. Chegamos a um acordo sem aumento de passagem, o que prejudicaria a população, sobretudo neste momento em que a renda de todos os trabalhadores foi comprometida por causa da pandemia. Os ônibus voltam a rodar ainda hoje na nossa cidade. Este é o meu compromisso com a população de São Luís”, informou o prefeito Eduardo Braide. 

Para solucionar a crise no sistema de transporte, a Prefeitura de São Luís propôs o auxílio emergencial para o setor e a implantação do “Cartão Cidadão” para custear passagens gratuitas aos trabalhadores que perderam o emprego por causa das consequências econômicas da pandemia. 

Os rodoviários aceitaram a proposta feita pelo SET, que consistiu em: 5% de reajuste salarial e aumento de 6% do ticket alimentação - que passou de R$ 589,00 para R$ 620,00. Também foi acordado que os salários atrasados da categoria serão regularizados. 

Durante todo o período da greve, o prefeito Eduardo Braide dialogou com as duas categorias, em busca de uma solução que pusesse fim ao movimento. 

“A greve acabou. E sem aumento de passagem. Vamos trabalhar para melhorar cada vez mais o transporte público de São Luís. É isso que a população merece”, finalizou o prefeito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário