.

BARRA DO CORDA - Programa Prosas na Infância é realizado pelo MPMA e instituições parceiras

 

 


 

O município de Barra do Corda recebeu, na última quinta-feira, 5, mais uma edição do programa “Prosas na Infância – Infância Protegida”, realizado pelo Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOIJ) e Escola Superior do Ministério Público do Maranhão (ESMP), em parceria com as Promotorias de Justiça de Barra do Corda e Grajaú.

O programa tem como objetivo fortalecer a rede de proteção à infância e juventude e estimular iniciativas para evitar que crianças e adolescentes continuem sendo vítimas de violência, inclusive institucional.

O evento, que ocorreu nas dependências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifma), contou com a participação de membros e servidores do MPMA, conselheiros tutelares, conselheiros de direitos, órgãos de assistência social, policiais e estudantes.

Participaram representantes de Barra do Corda, Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Fernando Falcão, São José dos Basílios, Joselândia, Passagem Franca, Paraibano, Formosa da Serra Negra, Itaipava do Grajaú e Presidente Dutra.

Foram palestrantes no encontro os promotores de justiça Gleudson Malheiros (coordenador do CAOIJ), Denys Lima Rego (1ª Promotoria de Grajaú), Paula Cortez (2ª Promotoria de Barra do Corda) e Raphaell Aragão Pereira de Oliveira (2ª Promotoria de Grajaú), que abordaram a conteúdo formativo sobre infância e juventude para a região central do estado.

MESA DE ABERTURA

Na abertura dos trabalhos, manifestaram-se as representações Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, Promotoria de Justiça de Barra do Corda, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar, Delegacia da Mulher e OAB-MA.

De forma virtual, participaram a diretora da ESMP, Karla Adriana Farias Vieira; a secretária-adjunta de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular Lissandra Leite; o secretário municipal de Desenvolvimento Social de Vitória da Conquista (BA), Michael Alencar Lima; e as entrevistadoras forenses de Vitória da Conquista Sílvia Ticiana de Oliveira e Gracianny Bittencourt Machado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário