Homem é condenado a 12 anos de reclusão por tentativa de feminicídio



O Tribunal do Júri da 2ª Vara de Paço do Lumiar condenou Gutemberg Matos Bezerra a 12 anos e 8 meses de reclusão pelo crime de tentativa de feminicídio contra a sua ex-companheira. A sentença, assinada pelo magistrado Carlos Roberto Oliveira de Paula, determina o cumprimento inicial da pena em regime fechado.

Consta na ação, que o acusado praticou o crime dentro da residência onde a vítima morava com seu filho, se aproveitando da confiança que ainda dispunha pelos anos de relacionamento. No interior da casa, desferiu, segundo a acusação, inúmeras facadas, mesmo sob os pedidos de socorro da vítima.

“Parando a agressão apenas porque a ofendida fingia agonizar, já jogada no chão, após ter sido evidenciado a intenção de matar do acusado”, discorre o processo.

Girlene Araújo foi atingida por 18 golpes de faca 
O Conselho de Sentença por maioria, ao responder os quesitos na sala secreta, afastou a absolvição reconhecendo a materialidade e autoria do crime imputado ao réu.

Na sentença, o julgador reconhece que as consequências do crime são graves e evidentes, e extrapolam o resultado típico de um crime, acarretando trauma sem precedentes à vítima e ao filho em comum com o ex-companheiro.

“Para além das marcas físicas que ainda carrega consigo, que acarretaram a necessidade de realização de cinco procedimentos cirúrgicos – tendo sido o último, inclusive, realizado há menos de um mês desta Sessão -, o abalo psicológico provocado se mostrou evidente quando de sua oitiva em plenário”, frisa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário