.

Fantasma da cassação assombra vereadores de Paço do Lumiar

 


Vereador Fernando Muniz poderá perder o mandato 


Vereadores de Paço do Lumiar eleitos pelos Partidos PP, Avante, PSD, PL e Patriotas estão preocupados com a possibilidade de virem a perder o mandato ainda este ano.

Segundo informações obtidas por este blog, uma Ação do Ministério Público Eleitoral (MPE) - que pede a cassação do mandato dos vereadores por suspeitas do uso de candidaturas laranjas - está próximo de ser sentenciada. Na semana passada foram ouvidos em audiência de instrução os vereadores Miércio Jorge, Fernando Feitosa e Paulo Henrique, todos dos Avante.

O caso mais complicado, segundo fontes, é o do Partido Progressista (PP), comandado pelo presidente da Câmara, vereador Fernando Muniz.

De acordo com um advogado com profundo conhecimento na área eleitoral, ouvido pelo Blog do Carlos César, as chances dos vereadores virem a perder o mandato é significativa.

Nas eleições de 2020, o Partido Progressista enfrentou um mês antes das eleições, a debandada de candidatos descontentes com o apoio do partido a candidatura do advogado Fred Campos (PL).

Há quem afirme que 50% dos candidatos desistiram de suas candidaturas para permanecer na base da então candidata Paula Azevedo (PCdoB).

O mais grave, segundo informações, é o depoimento de algumas candidatas à Justiça Eleitoral. Uma delas teria relatado casos escabrosos ocorridos durante o pleito eleitoral em depoimento prestado recentemente.

Dos partidos suspeitos do uso de “candidaturas laranjas”, o Partido Liberal (PL), é o único que mostra tranquilidade e com grande possibilidade de ter sentença favorável ao final da instrução processual. 

O partido, além de ter cumprido o que determina a lei acerca do número de candidatura feminina, apenas uma candidata – que obteve apenas um voto – já teria prestado depoimento e esclarecido o fato de ter obtido a baixa votação.

Pelo que o blog apurou, a candidata teria dito em depoimento que deixou de fazer campanha por estar com sérios problemas de saúde. Um membro do partido disse que o número de candidaturas femininas registradas ultrapassou o determinado pela Justiça eleitoral, e que todas obtiveram votação que afasta a figura da candidatura laranja.

2 comentários:

  1. O que eu acho interessante.
    É que o blog do Itaqui Bacanga tem haver com a Política de Paço?
    Que além de nem saber o nome de alguns vereadores corretamente, edita materias tendenciosas.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir