.

Paço do Lumiar - Vereadores pedem à Polícia Federal e ao GAECO informações sobre inquéritos abertos para apurar desvio de verbas da Saúde e Educação

 



 

O pedido de informações foi motivado pelas inúmeras denúncias recebidas pela Câmara nos últimos dias

 

Os vereadores Orlete Mafra, Rafael Neves, Mary do Mojó, Bianca Mendes e Fernando Muniz estiveram na manhã desta segunda-feira (2) na sede da Polícia Federal, em São Luís, para solicitar informações sobre inquéritos abertos para apurar fortes indícios de malversação de recursos público pela prefeitura de Paço do Lumiar.

A ida dos parlamentares foi motivada pelas inúmeras denúncias que chegaram à Câmara nos últimos dias sobre desvio de recursos públicos. Segundo os parlamentares há suspeitas de que o rombo nos cofres do município ultrapassa os R$ 40 milhões somente na pasta da educação.

Eles também estiveram na sede do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (GAECO) para obter informações sobre os Inquéritos 000805-507/2021, 000700-507/2021, noticia de fato 001876-507/2021 e outros abertos contra a prefeita Maria Paula do Desterro Azevedo e seus secretários com a finalidade de investigar suspeitas de desvios de verbas destinadas à Educação.

Além da Educação, há fortes indícios de que recurso provenientes de emendas de fundo a fundo destinado à Saúde por deputados federais, também estejam sendo mal geridos pela prefeitura.

No município não é difícil encontrar pacientes reclamando da falta de médicos e de medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Algumas delas estão fechadas há mais de um ano e deixando de atender milhares de pacientes, que procuram atendimento em municípios próximos como São José de Ribamar e São Luís.

Segundo informações, um pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as denúncias de desvios de verbas deve ser protocolado nesta terça-feira (3), na Câmara.

Os parlamentares também querem saber o destino dado pela prefeitura aos recursos que deveriam ser investidos na Educação e em ações de Saúde no município.


Nenhum comentário:

Postar um comentário