.

São José de Ribamar - Guarda municipal demitido pelo prefeito ataca autoridades e integrantes da Guarda Municipal

  



O Guarda Civil Municipal, Mauro Sérgio Correa, demitido na quarta-feira (09), pelo prefeito de Ribamar, Benedito Lago Ferro Júnior, tem usado suas redes sociais para acusar integrantes da Guarda e autoridades do município de terem influenciado sua demissão por perseguição política.

Segundo fontes, a demissão do GCM foi motivada por varias irregularidades cometidas por ele e comprovada em sindicância aberta pela corregedoria da Guarda Municipal.

Entre as irregularidades apontadas pela sindicância, está a não apresentação de documentos mostrando sua vida pregressa quando do ingresso na corporação.

O relatório da corregedoria também traz informações de que Mauro Sérgio Correa foi julgado e condenado pelo Tribunal do Júri de Raposa por tentativa de homicídio.

A vítima do Ex-GCM, atingida com um disparo de arma de fogo, ficou paraplégico e estaria encontrando dificuldades para prover o sustento da família.

Quando estava em atividade na Guarda Municipal, segundo fontes, Mauro Sérgio teria usado o cargo para perseguir desafetos. Ele teria sido responsável por denúncias que culminaram com a demissão de vários companheiros de farda.

Ainda segundo fontes, Mauro Sérgio é alvo de diversos processos criminais e consta nos arquivos da instituição duas devoluções administrativas por indisciplina.

O ex-integrante da Guarda Municipal, ainda poderá ser alvo de Ação de Improbidade Administrativa por denúncias de supostas irregularidades cometidas durante o período em que esteve na presidência do Sindicato da categoria.

Um dossiê, contendo informações escabrosas sobre o Ex-GCM, também estaria sendo preparado para ser entregue ao Ministério Público para instruir uma Ação Criminal contra ele.


2 comentários: